19 de dezembro de 2013

GNR DA GUARDA ENTREGOU ARTIGOS APREENDIDOS A SETE INSTITUIÇÕES SOCIAIS DA REGIÃO

GNR ENTREGOU HOJE CERCA DE MIL PEÇAS DE VESTUÁRIO E DE CALÇADO, AVALIADAS EM CERCA DE 25 MIL EUROS, A SETE INSTITUIÇÕES DO DISTRITO DA GUARDA QUE APOIAM CRIANÇAS E JOVENS.

Segundo o tenente-coronel Cunha Rasteiro, relações públicas do Comando Territorial da GNR da Guarda, as instituições receberam artigos que foram apreendidos por contrafação em ações de fiscalização realizadas nos anos de 2010 e de 2011. "É a 10.ª entrega que temos no corrente ano. Entregámos cerca de seis mil peças de vestuário desde o início do ano a cerca de 25 instituições do distrito da Guarda", disse o responsável. Cunha Rasteiro lembrou que a distribuição das peças apreendidas "decorre de uma decisão do tribunal, no cumprimento de um despacho judicial que ordena a entrega a instituições de solidariedade social de roupa contrafeita que não contenha qualquer marca ou referência, nomeadamente o logótipo ou o símbolo". "Quando ela [a peça apreendida] vai para as instituições, vai sem qualquer tipo de marca. É assim que determina o tribunal", disse, referindo que os artigos aos quais não seja possível retirar a marca vão para destruição. A GNR entregou hoje cerca de mil peças de vestuário (calças, camisas, polos e camisolas) e de calçado (sapatos e botas) a sete instituições de solidariedade social dos concelhos de Guarda, Seia, Manteigas, Sabugal e Vila Nova de Foz Côa. Foram contempladas a Caritas Diocesana da Guarda, a Casa Cristo Rei (Ruvina -Sabugal), O Solar do Mimo (Seia), a Associação de Beneficência Social e Cultural de Tourais (Seia), o Instituto de São Miguel (Manteigas), a Associação Cultural e Desportiva de Valdeime (Pinhel) e o Centro Social e Paroquial de Chãs (Vila Nova de Foz Côa). O presidente da Caritas Diocesana da Guarda, Pedro Fernandes, disse à agência Lusa que a instituição considera "sempre importante a receção de donativos" para poder responder às necessidades das famílias mais desfavorecidas da região. "Esta oferta vem colmatar as necessidades das pessoas mais pobres", que têm dificuldade em adquirir vestuário e calçado, assumiu o responsável. Rosa Gomes, do Solar do Mimo, em São Romão, Seia, que acolhe 12 crianças, também referiu a importância da "prenda de Natal" do Comando Territorial da GNR da Guarda. "É uma ajuda muito boa", reconheceu, indicando que as crianças "entram na instituição com a roupa que levam no corpo". Francelina Fonseca, do Centro Social e Paroquial de Chãs (Vila Nova de Foz Côa), disse à Lusa que as peças de vestuário e de calçado vão permitir "colmatar algumas dificuldades das famílias" que estão a ser apoiadas pela instituição.

NÚMERO DE MUNICÍPIOS A APLICAR TAXA MÁXIMA DUPLICOU

TOTAL DE 24 CONCELHOS VÃO AGRAVAR A TAXA E 191 NÃO A ALTERAM.


O número de autarquias que fixou a sua taxa do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) ao limite máximo duplicou. Para os proprietários de casas localizadas em 28 concelhos do país, a conta do IMI que lhes começará a chegar a partir de março de 2014 será calculada com base numa taxa de 0.5%. Este ano, esta situação foi vivida em 16 autarquias.
Dos 281 municípios que transmitiram à Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) a taxa do IMI que querem aplicar em 2013 (e que servirá de referência às notas de liquidação de 2014), a maior parte (191) optou por não fazer qualquer alteração face a 2012. Com agravamentos no imposto face a 2012, contam-se 24 concelhos, sendo que em alguns casos se registou uma subida direta para o intervalo mais alto do imposto (0.5). Para a maioria, esta subida para a taxa máxima é uma consequência direta de terem aderido ao Programa de Apoio à Economia Local (PAEL), uma vez que este instrumento de saneamento financeiro as impede de fazerem "saldos" no IMI ou na derrama do IRC.
Faro, Évora, Alfândega da Fé, Celorico da Beira, Fornos de Algodres, Alijó, Nordeste (S.Miguel) e Nazaré são alguns dos que subiram a taxa e a colocaram no limite máximo. No extremo oposto, isto é, com o imposto nos 0.3% (o mínimo possível), estão 113 autarquias, contra 110 no ano anterior.




18 de dezembro de 2013

Iº CONCURSO DA COUVE DE NATAL

No próximo dia 22 de dezembro de 2013, vai decorrer em Fornos de Algodres o Iº CONCURSO DA COUVE NATAL, sendo este evento promovido pela Junta de Freguesia e integrado no Mercadinho de Natal, que irá decorrer nos dias 21 e 22 de dezembro, no Jardim Municipal de Fornos de Algodres, com o seguinte programa:
.

14h00 - Exposição das Couves;
15h00 - Análise pelo Júri;
15h30 - Divulgação dos Resultados e Entrega dos Prémios aos 3 primeiros classificados;
16h00 - Arrematação das Couves a Concurso (receita obtida a reverter para aquisição das prendas de Natal dos alunos da EB1 e Jardim de Infância de Fornos de Algodres).


Os interessados deverão fazer as sua inscrição e consultar o regulamento até dia 19 de dezembro de 2013 na Junta de Freguesia de Fornos de Algodres.




12 de dezembro de 2013

NATAL FOTOGRÁFICO NA GUARDA

 O Núcleo de Fotografia da Guarda (NFG), em parceria com a Câmara Municipal da Guarda promove o passeio fotográfico “Natal Fotográfico na Guarda”, uma colaboração no âmbito da iniciativa “Guarda ar de Natal
Trata-se de um passeio fotográfico a realizar no próximo dia 14 de dezembro, pelas ruas da cidade que visa ajudar a promover o Comércio nesta época.
O propósito é fotografar ruas da cidade e todos os motivos alusivos à época natalícia a partir de uma perspetiva objetiva ou subjetiva.
A atividade é livre, aberta a todos os interessados pela fotografia e que desejem iniciar-se e aprender mais sobre fotografia. É permitido recorrer a todos os suportes de captação de imagem, desde a convencional câmara fotográfica, passando pelo telefone ou até tablets.
Até às 24 horas de domingo (dia 15 de dezembro), as fotografias a submeter a concurso devem ser enviadas por mensagem para o email photo.ruicampos@gmail.com, as quais serão depois carregadas para um álbum com o nome “Natal Fotográfico na Guarda” na página do Facebook do Município da Guarda (https://www.facebook.com/MunicipiodaGuarda?fref=ts).


Consulte o regulamento em www.mun-guarda.pt

11 de dezembro de 2013

VENHA VIVER O NATAL NA CIDADE DA GUARDA


Guarda ar de Natal

Envolvida num verdadeiro espírito natalício, a Câmara Municipal da Guarda em colaboração com cerca de 50 organizações, instituições, empresas e associações culturais, promove, até 6 de janeiro de 2014, diferentes atividades que vão certamente fazer as delícias de miúdos e graúdos.

Um vasto e riquíssimo programa de Natal, onde podemos (re)descobrir a nossa cidade, através de exposições, gastronomia, oficinas e workshops, teatro, concertos, etnografia, performances, animação de rua, feira de Natal, aventura e desporto, comércio solidário, entre muitas outras surpresas.

Neste âmbito, a Câmara Municipal da Guarda tem, desde ontem e até 23 de dezembro, o “Espaço dos Sentidos”.
Situado no Centro Comercial “VIVACI”, o “Espaço dos Sentidos” é um espaço de emoções, de encantos e memórias de um passado e presente das gentes da Guarda. Aqui encontramos uma simbiose perfeita, entre os saberes ancestrais e atuais, numa valorização do património imaterial e cultural de todo o concelho da Guarda.
Visitar este espaço é viajar no tempo e percorrer os caminhos que nos levam às raízes de um povo marcado pelas vivências de uma terra fria! 
Ao longo do mês, é possível apreciar autênticas obras de arte que nascem das mãos sábias dos nossos artesãos. A heterogeneidade das nossas localidades está bem representada numa mostra, que envolve desde os cobertores de papa à latoaria e ao ferro, passando pelos enchidos e licores e uma variedade enorme de presépios que aludem à quadra natalícia.
Diariamente, das 10h00 às 22h00, o “Espaço dos Sentidos” reconforta e aquece a alma de quem o visita!



Programação do “Espaço dos Sentidos”
10 de dezembro, 
18h00 - Apresentação da Orquestra de Flautas, Quinteto de Sopros e Ensemble de Clarinetes, pelo Conservatório de Música de São José da Guarda

12 de dezembro
17h30 - Concerto de Coros, pelo Conservatório de Música de São José da Guarda

14 de dezembro
Das 15h00 às 17h00 - Oficina “Envolvendo Fechos”, apresentado por Cláudia Justino - Partindo do aproveitamento de fechos serão produzidas peças, como ganchos, estojos e carteiras com design diferenciado.
21h00 – Atuação do Rancho Folclórico de Videmonte

14 e 15 de dezembro,

17h30 - Contos de Natal - a BMEL promove sessões de contos de Natal para toda a família.

15 de dezembro
Das 15h00 às 17h00 - Oficina Livrecos – Costura Japonesa, orientada por Nuno Tavares - Os participantes terão oportunidade de aprender a fazer a encadernação e cozedura japonesa de pequenos livrinhos com motivos natalícios.
18h30 – Atuação do Grupo de Cantares “Ronda do Jarmelo”

16 de dezembro
14h30 – Atuação do Grupo de Danças e Cantares da CERCIG

18 de dezembro
Das 18h00 às 20h00 - Oficina de construção de “eco” enfeites, apresentado pela Quercus

21 de dezembro
Das 15h00 às 17h00 - Oficina “Enfeites de Natal”, apresentado por Patrícia Ribeiro
21h00 - Exercício Teatral “Magia no Ar”, apresentado por Juliana Teixeira e Carolina Gregório, no âmbito da disciplina de Artes do Palco


22 de dezembro
Das 15h00 às 17h00 - Oficina Arte e Lã para o Natal, apresentado por Odete Maroco - Utilizando as técnicas ancestrais do tricot serão realizados trabalhos singulares com utilidade prática.

10 de dezembro de 2013

COMUNIDADE DA BEIRA E SERRA DA ESTRELA TERÁ PRESIDÊNCIA ROTATIVA

A decisão foi tomada por unanimidade, esta segunda-feira, pelos 15 presidentes de câmara que compõem o conselho intermunicipal.


A Comunidade Intermunicipal da Beiras e Serra da Estrela (CIMBSE) vai ter presidência rotativa, decidiram por unanimidade, esta segunda-feira, os 15 presidentes de câmara que compõem o conselho intermunicipal. O primeiro a ocupar o cargo será o presidente da Câmara Municipal da Covilhã, Vítor Pereira, que, em janeiro de 2016, cederá o lugar a Paulo Fernandes, presidente da Câmara Municipal do Fundão. Para os cargos de vice-presidência também foi aplicado o critério da rotatividade, com os presidentes das câmaras de Seia e do Sabugal a desempenharem essa função durante o primeiro período e os presidentes de Gouveia e Celorico da Beira durante o segundo período. O conselho intermunicipal decidiu ainda que a sede não será partilhada, ficando na Guarda durante todo o mandato, e deliberou que, dos três possíveis, a CIMBSE terá apenas dois secretários executivos. Uma solução "de equilíbrio" e de "amplo consenso", classificaram os presidentes dos municípios da Covilhã e Guarda que, no final da reunião dos autarcas, leram uma declaração e responderam às perguntas dos jornalistas. "Quisemos criar equilíbrios regionais e contemplar todas as sensibilidades no sentido de levarmos a bom porto este barco, esperando que os ventos que sopram sejam favoráveis a bem da coesão territorial da nossa comunidade, bem como da coesão social, económica e da sustentabilidade e dos projetos que se avizinham", referiu Vítor Pereira, que será o primeiro presidente da CIMBSE. O presidente da Câmara Municipal da Guarda, Álvaro Amaro, revelou ainda que "estiveram várias hipóteses sobre a mesa", mas recusou a ideia de que a opção da rotatividade enfraqueça a comunidade ou tão pouco a região. "Não creio que esta solução enfraqueça seja a Covilhã, seja o Fundão ou quem quer que seja", apontou Álvaro Amaro, que, durante a campanha para as autárquicas, tinha assumido "todo o empenho" para que a sede ficasse na Guarda. A próxima reunião do conselho intermunicipal ficou marcada para dia 23 e já se realiza na Guarda. Segundo Álvaro Amaro, será nessa data que serão escolhidos os dois secretários executivos. A CIMBSE representa mais de 236 mil habitantes e integra os municípios de Almeida, Belmonte, Celorico da Beira, Covilhã, Figueira de Castelo Rodrigo, Fundão, Fornos de Algodres, Guarda, Gouveia, Manteigas, Meda, Pinhel, Seia, Sabugal e Trancoso.

27 de novembro de 2013

COLECÇÃO DE 400 PRESÉPIOS EM EXPOSIÇÃO NA CASA DA CULTURA

Passados quatro anos da sua primeira exposição dedicada ao presépio, que teve lugar no Centro de Interpretação da Serra da Estrela, o coleccionador Miranda Garcia vai expor, de 1 de Dezembro a 6 de Janeiro, a sua colecção particular de, agora, 400 presépios, nas Galerias da Casa Municipal da Cultura de Seia.
Intitulada "O Presépio pelo País e pelo Mundo - Evoluções", a mostra representa a diversidade de abordagens, materiais utilizados e proveniências no culto ao Natal e ao nascimento de Jesus.
Composta por obras de artesãos de diversas regiões de Portugal e de vários países do mundo, que foram sendo adquiridas por Miranda Garcia ao longo dos anos, fruto do gosto particular por este tema, esta colecção em exposição vai ser doada ao município de Seia, num acto selado com a assinatura do protocolo de doação, no próximo domingo, aquando da inauguração da exposição.

Protocolo
  A assinatura do protocolo vai ter lugar no Cineteatro da Casa Municipal da Cultura de Seia, às 15h00, a que se seguirão a apresentação da peça de teatro "O Nascimento de Jesus Cristo", ensaiada pelo doador, e a inauguração e visita à exposição nas Galerias da Casa Municipal da Cultura.

SEDE DO TURISMO DA SERRA DA ESTRELA NA GUARDA

DELEGAÇÃO FICARÁ INSTALADA JUNTO À SÉ.


A Câmara Municipal da Guarda assina hoje, no dia em que se assinala o 814º. aniversário da Cidade, um protocolo com a Entidade Regional de Turismo do Centro que visa a instalação da delegação da Serra da Estrela num edifício junto à Sé Catedral.
O presidente do município, Álvaro Amaro, adiantou que a cerimónia contará com as presenças do presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, Pedro Saraiva, e do presidente da Turismo Centro de Portugal, Pedro Machado. Para o autarca, a instalação da delegação na Guarda vem colmatar uma falha que existia, considerando importante que uma capital de distrito conte com o serviço que coordena as actividades turísticas de toda a região da Serra da Estrela.
As comemorações do Dia da Cidade arrancam às 10h30 com o hastear da bandeira na Praça do Município, seguindo-se a sessão solene na Sala António de Almeida Santos com intervenções de Álvaro Amaro e de Fernando Carvalho Rodrigues, presidente da Assembleia Municipal da Guarda.
O presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, Pedro Saraiva, e o presidente da Turismo Centro de Portugal, Pedro Machado, estarão presentes numa conferência que terá como tema "Turismo e desenvolvimento: novos desafios".
Para as 15h30 está marcado o concerto comemorativo do Dia da Cidade na Igreja da Misericórdia. Às 18h00, no Museu da Guarda, realiza-se mais um concerto e, às 21h30, o Teatro Municipal da Guarda recebe o espectáculo Alegria, com Cristina Branco.

CRIADO CONSELHO EMPRESARIAL DA REGIÃO DAS BEIRAS E SERRA DA ESTRELA

O principal objetivo do conselho empresarial é a participação na estratégia de desenvolvimento da região.


Oito associações empresariais e comerciais dos distritos da Guarda e de Castelo Branco criaram o Conselho Empresarial das Beiras e Serra da Estrela (CEBSE) com o objetivo de participarem na estratégia de desenvolvimento da região, foi anunciado esta segunda-feira. A assinatura de constituição do CEBSE será realizada na sexta-feira, pelas 20 horas, numa unidade hoteleira da Covilhã, na presença de um membro do Governo, anunciou esta segunda-feira António Oliveira, presidente da comissão instaladora daquele órgão e da direção da AENEBEIRA - Associação Empresarial do Nordeste da Beira. O responsável explicou em conferência de imprensa, realizada na Guarda, que o projeto empresarial resulta de um protocolo de colaboração celebrado entre o Governo, a Associação Nacional de Municípios Portugueses, a Confederação Empresarial de Portugal, a Confederação do Comércio e Serviços de Portugal e a Confederação do Turismo. O CEBSE representa um novo nível de agregação associativo, coincidente com o território da nova NUT III e Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela, que abrange 15 municípios dos distritos de Guarda e de Castelo Branco, indicou. "Queremos ser um grupo de pressão, queremos fazer parte da estratégia regional e dizer ao poder político que iremos estar próximos dele, no sentido de comungar a estratégia" para a região, declarou Rogério Hilário, líder da Associação Comercial e Industrial do Concelho do Fundão (ACICF) e vice-presidente do novo órgão associativo. O responsável deixou claro que, no futuro, os dirigentes do Conselho Empresarial querem ter "uma palavra muito consistente naquilo que deve ser o desenvolvimento da região", incluindo matérias relacionadas com acessibilidades rodoviárias e ferroviárias, fundos comunitários e criação de emprego. Indicou que o órgão representativo dos empresários da Beira Interior e da Serra da Estrela também visa "criar uma dinâmica regional muito mais musculada e muito mais objetiva", para que a região se possa afirmar no contexto nacional. "A nossa visão é macro, não é micro. Queremos resolver problemas transversais ao território", defendeu o responsável, considerando que os empresários também devem integrar os órgãos da futura Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela. A sede do novo órgão ficará na associação que detiver a presidência, que será rotativa, foi anunciado. O CEBSE também abrange, para além da AENEBEIRA e da ACICF, a AAPIM - Associação dos Agricultores para a Produção Integrada de Montanha, a AASE - Associação de Artesãos da Serra da Estrela, a ACG - Associação Comercial e Serviços do Distrito da Guarda, a AECBP - Associação Empresarial da Covilhã, Belmonte e Penamacor, a AESE - Associação Empresarial da Serra da Estrela e o NERGA - Associação Empresarial da Região da Guarda.

26 de novembro de 2013

PROGRAMA VALORIZAR - ABERTA A V E ÚLTIMA FASE DE APOIOS DO SISTEMA DE INCENTIVOS ÀS MICROEMPRESAS DO INTERIOR

PROGRAMA VALORIZAR - A V e última Fase do Sistema de Incentivos às Microempresas do Interior decorre até 9 de dezembro de 2013

Periodo de candidaturas de 8 de outubro a 9 de dezembro 2013
O objectivo do Programa Valorizar  é o de apoiar exclusivamente as microempresas já existentes, situadas em territórios de baixa densidade com problemas de interioridade, enquanto territórios com menores oportunidades de desenvolvimento.
Os incentivos a Microempresas do Interior atuam de forma integrada, apoiando a realização de investimento e a criação líquida de postos de trabalho.
 A V e última Fase do Sistema de Incentivos às Microempresas do Interior decorre de 8 de outubro a 9 de dezembro de 2013.
As candidaturas são apresentadas pela internet através de formulário eletrónico disponível no menuFormulários/Candidatura/Abertos.
Concelhos Abrangidos - Os projetos só se podem localizar nos territórios abrangidos das regiões apoiadas: Norte, Centro, Alentejo e Algarve.
Em Portugal Continental, são 177 os concelhos com problemas de “interioridade” e abrangidos por estes incentivos.